E se for digital, melhor ainda. Viva a buceta de Scheila Carvalho (e a bunda também).